Acontece

 Fabrício Barcelos  

 Autorais  

compartilhe

Advocacia: um amor correspondido.

Por Fabrício Barcelos.

Nunca me esqueço dos anos que se passaram no período universitário e aquela singela e peculiar pergunta que a todos os recém chegados à faculdade de direito é sempre feita: “Qual concurso você pretende fazer?”

Encantoado pelos olhares devastadores e assustado pela grande maioria, que me consideraria um ser estranho, me recordo de ser, em uma turma de aproximadamente 100 alunos, um dos quatro ou cinco que, desde o primeiro dia, se revelou advogado.

Encerrada a faculdade e fixo na convicção da carreira jurídica, a minha história se inicia ainda no ano de 2007, logo após a formatura e a mudança para a cidade de Palmas – TO, onde iniciei os verdadeiros trabalhos na advocacia, com a abertura do meu primeiro escritório, momento em que descobri que esta profissão não se aprende na sala de aula.

A única certeza era de que como advogado eu deveria me portar como um agente de transformação, que apresenta soluções e aclara o direito violado com o objetivo de instrumentalizar a Justiça em um mundo norteado pelo litígio.

Os dias eram tomados pelo estudo, pela disponibilidade, e pela vontade de fazer o melhor pelo cliente independente do tamanho do problema, da relevância ou dos honorários que ali pudessem ser pactuados. Foi assim que surgiu o primeiro cliente.

Os anos se passaram e aos poucos os clientes foram chegando, a dedicação, a determinação e o foco permaneciam os mesmos, até que uma ligação vinda de um renomado escritório de Goiânia, de um amigo de faculdade e de longa data me surpreendeu, uma vez que este tinha clientes no Estado do Tocantins e precisava de alguém que pudesse representar os interesses do escritório naquele Estado. Surgia para mim, então, a tão falada e ao mesmo tempo desprestigiada advocacia de correspondência.

Advocacia de correspondência é aquela em que você não é titular da ação, o advogado é contratado para realizar apenas atos isolados, como uma audiência, alguma diligencia especial, entre outros, e, nesse momento a decisão de aceitar ou não me criou um novo desafio: como cumprir essa tarefa com excelência e quais as repercussões futuras?

Aceito o desafio, a missão era fazer algo diferente, entregar algo inesperado no mercado e a solução foi entregar amor e muita dedicação nos desafios que me eram dados pelo escritório de Goiânia. Ao invés de simplesmente cumprir o que me era passado, lembro que, na época, eu tinha como meta realizar aquele trabalho, que para muitos era encarado como paralelo ao exercício da advocacia tradicional, de maneira excepcional e que deveria me dedicar ainda mais do que eu já fazia pelos meus clientes.

Receber uma defesa para a realização de audiência, revisar, apontar entendimentos regionais diversos, jurisprudência do tribunal local, discutir teses, traçar estratégias, alinhar com o preposto as expectativas, conhecer a empresa local, repassar feedbacks, traçar novas estratégias após os acontecimentos de audiência e comemorar sentenças passaram a ser rotina.

Algumas vezes questionava o que eu ganharia com isso? De imediato nada além do que já estaria contratado, a prática daquele ato isoladamente.

Os anos se passaram, os laços se estreitaram e até mesmo a abertura de uma filial do escritório de Goiânia na capital tocantinense foi cogitada, ideia esta que me teria como sócio local e que acabou por não ter seguimento por razões alheias.

Passado mais algum tempo, recebi a notícia de que o renomado escritório de Goiânia que há alguns anos me tinha como parceiro, estava se desfazendo societariamente e que cada um dos seus integrantes seguiria seu caminho de forma isolada. Que susto, que indignação, que tristeza, pois era um modelo a ser seguido, escritório de jovens advogados bem sucedidos, empreendedores, havidos por gestão e em busca de serem referência nas suas áreas de atuação.

Superado o susto, o sócio responsável pela área do direito do trabalho, Dr. Rafael Lara Martins, na época em nova formação societária, ainda manteve contato devido a algumas operações residuais e a longa relação desenvolvida nos anos de parceria. Eis que surgiu a oportunidade deste ministrar um curso em Palmas – TO, me convidando para acompanha-lo, o que foi prontamente atendido pela excelente oportunidade de aprender.

Mal sabia eu que a vida estava por dar conta de suas corriqueiras reviravoltas, me criar oportunidades e que poucos meses após o encontro na cidade de Palmas – TO, cá estaria eu de volta à cidade de Goiânia-GO, meados do ano de 2013, de forma definitiva, convidado pelo Dr. Rafael Lara Martins para integrar sua equipe de advogados e encarar novos desafios e, diga-se de passagem, que desafios!

Mais algum tempo de dedicação e o reconhecimento profissional veio em forma de convite para integrar o quadro societário do então recém criado Lara Martins Advogados, o que ocorreu em dezembro de 2014, escritório que hoje tenho como lar, local em que fiz amigos e que me cerco de pessoas queridas que me fazem e me movem a cada dia, mais feliz no desenvolver das atividades da advocacia. Meus agradecimentos a cada um de vocês!

Advogar é algo além do que cativar uma invejada carteira de clientes, ser chamado de doutor, usar um terno esmerado e uma gravata bonita, ou ainda, um belo escritório.

Advogar não é se aventurar pelo Judiciário, é saber dizer não e recusar uma causa, ainda que pomposa fosse, diante da ciência da inviabilidade. É não causar mais dores do que o conflito já instaurado. É não se distanciar da consciência. É inovar e evitar o litígio, é buscar o que é justo e ideal, ainda que o justo não seja o agradável ou o desejável.

Advogar é amor, paixão, entrega, intensidade, dedicação, compromisso, são os seus olhos se enchendo de lágrimas pelo simples fato de saber que você é um ADVOGADO e cumpriu seu papel com maestria. Quando todos esses requisitos se reunirem conscientemente e houver disposição por passar por todas essas fases e pagar o preço necessário, talvez sejamos merecedores de obter os bônus e frutos que a advocacia pode proporcionar, mas que a verdadeira intenção e motivação para advogar seja sempre cumprir com a missão de MUDAR VIDAS!


Comentários fechados

Ler mais...
  •  

    CONGRESSO MINEIRO

    https://www.oabmg.org.br/Eventos/Home/Index/1380/0

     

     

     

    CURSO FIEG

    Ler mais...
  • Fale Conosco

    Preencha o formulário ao lado.


    62.3924.5076 62.9.9822.507


    Rua 1.134, n. 252. Setor Marista. Goiânia. Goiás.


    administracao@laramartinsadvogados.com.br

    Newsletter

    Em breve retornaremos o seu e-mail!





    Lara Martins | Advogados

    Copyright 2019 Lara Martins